Veja como é um pós-operatório ortopédico e por qual motivo a fisioterapia na Vila Olímpia é tão importante para a recuperação do paciente.

A fisioterapia tem papel fundamental no pós-operatório de uma cirurgia ortopédica, sendo uma ótima ferramenta para tornar a vida do paciente mais ativa novamente, tornando o processo de retomada das atividades o mais natural e indolor possível.

Como funciona o pós-operatório

A cada ano, as cirurgias ortopédicas se tornam menos invasivas, o que traz diversos fatores positivos para a recuperação do paciente.

De toda forma, em todo pós-operatório o corpo do paciente enfrenta três fases de recuperação: a fase inflamatória (que dura do primeiro ao décimo dia), a fase de cicatrização (que dura do décimo primeiro ao vigésimo dia), e a remodelagem (que ocorre a partir do vigésimo dia).

Durante essas três fases, o fisioterapeuta pode estabelecer tratamentos específicos visando otimizar a recuperação.

Como a fisioterapia pode auxiliar nos procedimentos comuns e complexos

O tratamento para pós-operatórios de procedimentos comuns é simples e, quando bem orientado, traz resultados já nas primeiras semanas. A maioria dos exercícios pode ser realizada em casa, em clínica de fisioterapia ou até mesmo no hospital, antes de o paciente receber a alta.

Em casos mais complexos, como de amputação, o profissional de fisioterapia se faz ainda mais necessário, tanto  na preparação do paciente para receber prótese, quanto para a adaptação para a realização das tarefas rotineiras.

O acompanhamento com um profissional é fundamental, pois, por meio de uma abordagem inicial, o fisioterapeuta consegue orientar e tratar a condição de acordo com a necessidade de cada paciente.

Tratamentos que podem ajudar na reabilitação

O principal papel da fisioterapia em um pós-operatório é reabilitar (num todo). Por isso, inicialmente, são propostos tratamentos que visam atingir o bem-estar e o conforto do paciente.

Combater sintomas iniciais (dor, rubor, incômodo, edemas, entre outros) é o primeiro objetivo, objetivando que o paciente se sinta mais seguro para realizar as atividades diárias de maneira normal e sem dor.

Os procedimentos fisioterapêuticos mais comuns dos pós-operatórios começam já na orientação do paciente. Por meio da orientação é possível acalmar o paciente, traçar um panorama de acompanhamento e mostrar os exercícios que trarão conforto e proporcionarão maior mobilidade.

Exercícios para otimizar a amplitude do movimento são importantes para a melhora da movimentação articular e muscular do paciente. Além disso, é por meio de exercícios específicos que o sistema circulatório do paciente é estimulado, garantindo melhor oxigenação do corpo e do local onde estão sendo feitas as atividades.

A drenagem linfática no pós-operatório

A drenagem linfática também entra como um tratamento muito eficaz de reabilitação no pós-operatório. Pela drenagem, é possível combater a formação de edemas (e diminuir os já formados) graças à estimulação contínua do sistema linfático.

Por meio desse estímulo, o organismo trabalha melhor, otimizando o tratamento integralmente.

A fisioterapia é essencial para qualquer tipo de pós-operatório

A SM Care é uma clínica de fisioterapia na Vila Olímpia que auxilia na reabilitação de pacientes em pós-operatório, possibilitando uma recuperação mais rápida do corpo em sua totalidade.

Veja mais: RPG Coluna preço | Fisioterapia Ibirapuera | Clinica Fisioterapia SP