Veja como a fisioterapia tem papel fundamental no pós-operatório de cirurgia do quadril, e como é feito o tratamento.

Para tratar um paciente que fez algum procedimento cirúrgico no quadril, é preciso, primeiramente, compreender o papel da fisioterapia no tratamento pós-operatório e como ela influencia na recuperação do quadro.

Importância da fisioterapia no pós-cirúrgico de cirurgia do joelho

A fisioterapia exerce influência direta na recuperação de cirurgia no quadril, de forma que o tratamento deve começar logo no primeiro dia após o procedimento e continuar por, pelo menos, 6 meses, podendo durar até um ano, com o intuito de restaurar todos os movimentos do quadril, recuperar a força, a amplitude dos movimentos, prevenir o aparecimento de possíveis complicações, além de diminuir a dor.

Dentre os principais exercícios realizados para a reabilitação, após uma cirurgia de quadril, é possível citar: exercícios ativos, alongamento, fortalecimento, treino de marcha, propriocepção e hidroterapia.

Também, é normal fazer uso de aparelhos de eletroterapia, tais como ultrassom, tens e ondas curtas, além das tradicionais bolsas de gelo para controle da inflamação e da dor.

Como é realizado o tratamento

O tratamento fisioterapêutico deve ser iniciado no pós-operatório, logo após a realização da cirurgia, visando manter o membro adequadamente posicionado, otimizar a reabilitação para o paciente se levantar da cama o quanto antes, além de restabelecer a amplitude de movimentos e força muscular, recuperar o equilíbrio e a marcha, reduzir comorbidades motoras e orientar nas precauções, facilitando a retomada de confiança do paciente, o que ajuda a diminuir o tempo de internação.

Quando a fisioterapia não é aplicada já de início, as chances de surgirem complicações secundárias à imobilidade é muito maior.

Os exemplos mais comuns são retenção urinária, trombose venosa profunda, problemas respiratórios e íleo paralítico.

Principais exercícios

Durante os primeiros dias, após o procedimento, o paciente permanece deitado e o local operado é mantido em leve flexão, abdução e neutro para rotação.

O fisioterapeuta pode utilizar almofada para abdução, splint ou o paciente pode também ser mantido com a panturrilha apoiada. Essa atitude favorece a diminuição da dor e ajuda no retorno venoso, já que durante a cirurgia o membro operado sofre luxação.

Após os primeiros dias de cirurgia, devem ser realizados os primeiros exercícios de respiração profunda para limpeza das vias aéreas (podem ser utilizadas também algumas técnicas manuais, como tapotagem, vibração e tosse).

São realizados também exercícios de expansão pulmonar (expansão basal posterior, respiração com lábios semicerrados) para diminuir a chance de agravamento após o procedimento cirúrgico, visto que problemas respiratórios são a maior causa de permanência prolongada do paciente no hospital.

Encontre o tratamento ideal para pós-operatório do quadril em clínica de fisioterapia na Vila Olímpia

A SM Care é uma clínica de fisioterapia na Vila Olímpia que conta com time de profissionais capacitados no atendimento pós-cirúrgico de cirurgia no quadril, além de aparelhos de última tecnologia para realização de diferentes abordagens de terapia.