Veja o que é a cirurgia ortognática, para que serve, e como uma clínica de fisioterapia na Vila Olímpia pode te ajudar.

A cirurgia ortognática é um procedimento invasivo muitas vezes necessário, já que visa reposicionar e corrigir os ossos da mandíbula, consequentemente alterando o posicionamento dentário de pacientes que contam com graus acentuados de assimetria na região.

Confira mais informações sobre o procedimento:

O que é a cirurgia ortognática e para que serve

A cirurgia ortognática geralmente é indicada para casos mais graves de alteração no desenvolvimento ósseo da face, assim como dores na ATM (articulação temporomandibular), e, também, casos de retrognatismo ou prognatismo mandibular, ou seja, ter a mandíbula muito pequena ou muito grande, respectivamente.

A deformidades ósseo-faciais podem ter origem durante o crescimento da pessoa, em conjunto a anomalias e síndromes específicas, de origem genética, por consequência de traumas na face, entre outros.

O procedimento é muito recomendado quando os tratamentos ortodônticos não surtem resultado satisfatório, pois o quadro vai além de questões envolvendo os dentes, abrange também o tamanho e posicionamento dos ossos.

Por se tratar de uma cirurgia complexa e de lenta recuperação, é fundamental contar com auxílio de um fisioterapeuta para ajudar na preparação do paciente, assim como tratar possíveis complicações, combatendo as dores e desconfortos causados, e recuperar com mais rapidez as funções de fala, deglutição e mastigação.

Como é realizado o procedimento e qual o papel da fisioterapia

A cirurgia é bastante controlada e segura. O processo é realizado dentro de uma clínica ou hospital, e os riscos existentes envolvendo procedimento e anestesia são previsíveis.

O paciente passa pela anestesia geral e tudo é feito pela parte interna da boca, não deixando cicatrizes na parte externa (salvo raras exceções). Durante todo o processo é feito o reposicionamento da mandíbula e da maxila para depois fixar ambas as regiões com pinos e placas de titânio.

O período pré e pós-operatório é muito importante, pois nesses dois momentos é que se analisa o andamento da acomodação óssea e quais serão os efeitos do reposicionamento muscular.

Nesse sentido, é de extrema importância ter acompanhamento de profissionais capacitados, com nutricionista para orientar sobre a ingestão dos nutrientes necessários durante a fase mais complicada da recuperação, quando o paciente só se alimenta de líquidos e pastosos.

O paciente também deve contar com fisioterapeuta, para acompanhar e ajudar na análise da situação do quadro e traçar planos específicos, a fim de reduzir o inchaço na região e prover os estímulos musculares necessários.

Em casos mais específicos, é recomendável o acompanhamento psicológico antes e após a cirurgia.

Benefícios da cirurgia

A cirurgia traz uma série de vantagens para a vida do paciente, como:

  • Aumentar as vias aéreas e melhorar o selamento labial, otimizando a respiração;
  • Melhorar o sistema gastrointestinal, já que, após a recuperação, o paciente pode mastigar melhor os alimentos, facilitando todo o processo de digestão;
  • Melhorar a autoestima, já que promove harmonia facial e, consequentemente, influencia positivamente na estética do sorriso e de toda a face.

Tenha acompanhamento de uma clínica de fisioterapia 

A SM Care é uma clínica de fisioterapia na vila olímpia que promove tratamento diferenciado aos pacientes que se submeterão à cirurgia ortognática.

Navegue pelo site para conhecer mais sobre a SM Care e marque uma visita para conversar sobre os métodos de tratamento para pacientes em pré e pós-operatório.