Como se sabe, a Covid-19 acometeu muitas pessoas em todo o Brasil e no mundo. Grande parte delas já se encontram sem a doença, mas ainda têm alguns sintomas pós-covid. Esses problemas normalmente são respiratórios e devem ser tratados com fisioterapia especializada.

Veja, neste post, a importância de fazer exercícios respiratórios e conheça os três principais que podem ajudar a recuperar o pulmão pós-covid. Acompanhe!

 

A importância dos exercícios respiratórios

Os exercícios respiratórios são muito importantes para viabilizar a reabilitação dos pacientes que tiveram Covid-19. Eles ajudam a recuperar a capacidade respiratória em casos mais graves, em que o paciente já está curado, mas ainda não conseguiu restabelecer suas condições normais de respiração.

Os casos mais leves da doença, que são tratados em casa por meio do isolamento social e repouso, também podem aproveitar os benefícios da fisioterapia respiratória. 

Cerca de 30% dos pacientes que passam pela doença ficam com os pulmões comprometidos em diferentes proporções. Dessa forma, é essencial não se descuidar mesmo após a alta para que a vida possa continuar de forma tranquila no que tange à questão respiratória e pulmonar.

 

Sugestões de exercícios

Alguns exercícios podem ajudar consideravelmente os pacientes que sofrem com o sintomas de falta de ar, ansiedade, entre outras complicações decorrentes da Covid-19. Eles ajudam o paciente a ganhar mais oxigênio para nutrir os músculos e recuperar o pulmão pós-covid. Veja quais são esses exercícios:

 

1. Respiração dividida em três etapas

O paciente deve ficar em pé, com a coluna alinhada, em um ambiente tranquilo. O primeiro passo é levantar os dois braços até a altura da barriga e puxar um pouco o ar. Depois disso, os braços são levantados até a altura do peito e o ar é puxado um pouco mais. Por fim, os braços são erguidos acima da cabeça e o ar é puxado na sua totalidade.

Após puxar o ar em três etapas gradativamente, os braços vão sendo abaixados e o ar deve ser expirado lentamente até que os braços voltem para a posição inicial nas laterais do corpo. Essa série pode ser realizada 10 vezes.

 

2. Exercício de expiração

O exercício de expiração é um dos mais interessantes, pois, além de trabalhar a respiração, o paciente acaba tendo um momento divertido durante a fisioterapia. O primeiro passo é encher um copo com água e pegar um canudinho de plástico, papel, silicone, bambu ou algum outro modelo que o paciente tenha à disposição.

Depois, é preciso sentar com o copo na mão e o canudo dentro do copo. O paciente deve puxar o ar por cerca de dois segundos e depois, ao invés de soltar o ar normalmente, ele deve colocar a boca no canudinho e soprá-lo, fazendo bolhas na água por seis segundos. A série desse exercício pode ter de 5 a 10 repetições.

 

3. Exercício no diafragma

Esse exercício é feito em uma cadeira confortável, que permite que o paciente fique com a postura ereta, ou seja, com a coluna alinhada. A mão esquerda é posicionada logo abaixo do peito, onde fica a última costela. Já a mão esquerda fica posicionada bem na altura do umbigo.

Feita essa preparação, a respiração começa a ser trabalhada. O paciente inspira o ar inflando a barriga para frente e depois o expira fazendo um “biquinho” com a boca para soprá-lo. Cada série desse exercício pode ser feita em torno de 10 vezes.

 

Cuide do seu corpo com a SM Care

A SM Care atua no segmento de fisioterapia respiratória para recuperar o pulmão pós-covid. A empresa conta com especialistas de diversas áreas e está situada na Vila Olímpia, no estado de São Paulo. Para conhecer os variados serviços que a SM Care oferece, navegue pelo site e saiba mais sobre fisioterapia no brooklin