A tendinite é um problema apresentado por boa parte da população. Nos Estados Unidos, por exemplo, de acordo com a pesquisa Bureau of Labor Statistics, essa é a causa pela qual mais de 70 mil pessoas deixam de ir ao trabalho por ano.

Quando se fala sobre o assunto, uma dúvida comum diz respeito à cura ou não dessa doença e sobre a existência dessa possibilidade, o que pode interferir diretamente na qualidade de vida das pessoas afetadas.

Vamos entender melhor como se caracteriza essa doença e saber se ela pode ou não ser curada, o que ajudará a sanar suas dúvidas de uma vez por todas.

O que é tendinite?

É a inflamação do tendão, que é uma estrutura fibrosa com formato similar ao de uma corda com a função de juntar o músculo ao osso. Quando existe essa inflamação, os tendões passam a doer e ficar inchados.

Ela pode aparecer em praticamente todo o corpo, já que os tendões são distribuídos por sua extensão, mas as regiões mais comuns são joelho, tornozelo, punho, cotovelo e ombro.

Geralmente, sua causa decorre da sobrecarga, já que a estrutura dos tendões não é tão resistente quanto a dos ossos e nem tão elástica quanto a dos músculos, o que faz com que ela seja mais frágil.

Alguns dos sintomas da doença são dor local, que pode se espalhar para a musculatura ao redor, a qual pode piorar com movimentos e fazer com que a pessoa tenha a impressão de ter perdido sua força. A longo prazo, a musculatura pode ficar atrofiada.

Pode ser que a região fique avermelhada, quente e inchada, embora isso varie de acordo com cada caso.

É possível tratar?

Sim. Geralmente, alguns dias de repouso da área afetada são suficientes para resolver o problema e permitir à pessoa readquirir sua qualidade de vida.

Porém, há casos mais avançados em que é preciso recorrer a outras alternativas, como a fisioterapia para tendinite, que alivia potencialmente a dor mediante a aplicação de técnicas e práticas escolhidas especialmente de acordo com a necessidade do paciente.

Com a fisioterapia, o inchaço, inflamação e dores são bastante amenizados, até o ponto de fazer com que as dores desapareçam. Dessa forma, a qualidade de vida será bem melhor a curto, médio e longo prazo.

Depois da realização da fisioterapia para tendinite, o paciente também pode participar do processo de melhora por meio de alongamentos, exercícios para as articulações e para o fortalecimento muscular, além de evitar cargas em apenas um dos lados do corpo, o que pode desequilibrar os esforços musculares.

Com o passar do tempo e a adoção de técnicas e práticas adequadas, o resultado será um corpo sem dores, com a resistência muscular necessária e todo o conforto que os pacientes precisam para o dia a dia. Se você está em busca de fisioterapia para tendinite, conte com a SM Care, uma clínica especializada e que conta com profissionais capacitados, de modo a oferecer tratamentos personalizados de acordo com o que cada paciente precisa e, assim, fazer com que eles tenham à disposição os melhores tratamentos possíveis.

Veja mais: Clínicas de fisioterapia | Fisioterapia ATM | Melhor clínica de fisioterapia