Entenda melhor em qual momento a cirurgia ortognática é indicada e onde encontrar uma clínica com profissionais qualificados para acompanhamento fisioterapêutico.

A cirurgia ortognática se define da seguinte forma: “orto” significa correto ou correção e “gnatos” que tem origem de maxilares. Explicando de forma simples, essa cirurgia possibilita que os maxilares sejam colocados em seus devidos lugares, melhorando a mordida e a estética facial. É uma cirurgia importante para muitos pacientes.

Quem deve fazer a cirurgia ortognática?

Essa cirurgia é indicada quando é notada alguma desarmonia na face. Essa desarmonia pode ser resultado do crescimento anormal dos ossos da face. Os casos mais comuns acontecem na mandíbula, maxilar, queixo, nariz ou na maçã do rosto (malar).

A anormalidade na face costuma ter início durante o período de crescimento, e passa a se estabelecer na idade adulta, comprometendo, dessa forma, a harmonia facial, e interferindo na estética do rosto. Além da estética, a disfunção causa outros problemas que podem afetar a saúde, como distúrbios na fala, problemas respiratórios e o bem-estar do paciente.

O paciente pode realizar a cirurgia a partir dos 16 (dezesseis) anos de idade. A realização da cirurgia vai contribuir com a correção das funções, como a mastigação e retratação da gengiva, assim como o desgaste nas articulações temporomandibulares, artrose temporomandibular e outros problemas do esqueleto maxilo-facial.

Leia também: Cirurgia ortognática e a atuação da fisioterapia neste procedimento

Contraindicações da cirurgia ortognática

Igualmente como em qualquer outra cirurgia, é necessário realizar uma checagem completa relacionada a distúrbios sistêmicos que possam ser contraindicações em caso de anestesia geral.

A cirurgia também não é indicada para os pacientes que não querem cumprir com as medidas corretas do pós-operatório, como uma alimentação restrita e outras recomendações.

A realização da cirurgia: procedimento

A duração completa do procedimento gira em torno de 2h30 a 4h, sendo feita à base de anestesia geral, e tudo é feito por dentro da boca, eliminando qualquer tipo de cicatriz visível. São necessários vários cortes e fraturas para que aconteça o reposicionamento dos ossos, os quais são fixados com o uso de parafusos de titânio.

Recomendações do pós-operatório

A recuperação completa do paciente leva uma média de 3 a 4 semanas, sendo necessário, no mínimo, 15 dias de afastamento de suas atividades regulares. Isso vai contribuir para que a recuperação aconteça de forma eficaz. 

Na primeira semana depois da cirurgia, é importante que o paciente tenha sua alimentação feita apenas à base de líquidos. No decorrer dos dias, podem ser consumidos alimentos pastosos, até finalmente chegar ao consumo de alimentos sólidos.

Alimentos como carne, que possuem mais resistência, poderão ser consumidos somente após 3 meses de ter sido feita a cirurgia. Caso o paciente já use aparelho ortodôntico, dará continuidade ao seu uso depois da cirurgia normalmente.

É sempre importante destacar que, por ser uma cirurgia e um procedimento complexo, o tratamento precisa ser realizado por profissionais especializados na área, e que estejam aptos para esse tipo de procedimento.

Conte com uma clínica de qualidade para aumentar seu bem-estar

A SM Care é uma clínica de RPG e fisioterapia geral, que auxilia seus pacientes na correção postural e fortalecimento da coluna, prevenindo contra dores e problemas mais sérios, além de garantir a saúde e o bem-estar em todas as fases da vida.

Acesse o site e conheça melhor os tratamentos oferecidos pela SM Care, e obtenha informações relevantes para manter sua saúde em dia.