Acompanhe a importância da fisioterapia no pós-operatório do ombro e marque uma consulta em clínica de fisioterapia ATM para tirar suas dúvidas.

A movimentação do ombro é de extrema importância para a realização das atividades diárias de qualquer pessoa. Saiba como a fisioterapia pode auxiliar no processo de recuperação do ombro após uma cirurgia.

Quando o ombro precisa de cirurgia

No segmento ortopédico, exceto pela dor nas costas, a dor no ombro é a queixa mais comum, sendo que a principal causa das patologias envolve lesões do manguito rotador, que ocorre com maior frequência entre as mulheres na faixa de 40 e 50 anos.

A região do ombro é considerada de grande mobilidade, uma vez que conta com cinco articulações em seu complexo: esternoclavicular, acromioclavicular, glenoumeral, coracoclavicular e escapulotorácica.

O que ocorre, muitas vezes, é que a superfície articular reduzida da cavidade glenóide não confere um encaixe ideal com o úmero, o que deixa a articulação muito instável.

Nesse sentido, a complexidade envolvida nos processos articulares do ombro o tornam propício para o aparecimento de lesões, como é o caso da síndrome do Impacto, por exemplo.

O tratamento cirúrgico muitas vezes é indicado quando outros tipos de tratamentos não são suficientes para sanar os sintomas.

As causas de lesões do manguito rotador, por exemplo, podem vir de diversos fatores e ocorrem, geralmente, devido ao uso excessivo ou por traumas, por fatores biológicos, movimentos repetitivos com o braço elevado acima da cabeça, envelhecimento e tendinites crônicas, que tendem a fragilizar os tendões.

O papel da fisioterapia no pós-operatório do ombro

O processo de reabilitação, após uma cirurgia, é determinante para a boa recuperação do paciente, começando já nas primeiras 12 horas após a cirurgia e estendendo-se até que tenha reestabelecido as funções do membro.

A fisioterapia, nesse sentido, surge como uma forma de acelerar o processo cicatricial, diminuir a dor e evitar inflamações.

O profissional, muitas vezes, faz uso de ultrassom terapêutico e laserterapia na região da cicatriz, ou gelo e TENS (estimulação elétrica nervosa transcutânea) para o alívio da dor.

Fisioterapia para restauração da mobilidade, ganho de amplitude de movimento (ADM) e ganho de força muscular

Aqui, o fisioterapeuta pode lançar mão de:

  • Exercícios passivos com elevação do braço em decúbito dorsal e rotação lateral, para mobilidade articular;
  • Exercícios pendulares em pé, para alívio da dor;
  • Exercícios isométricos e de resistência dinâmica com uso de acessórios (bastões, bolas e elásticos), após certo tempo de tratamento, para rotadores externos e internos, adutores e abdutores, extensores e flexores de ombro.

Como é possível concluir, a fisioterapia é de extrema importância durante a reabilitação de processos cirúrgicos que visam a tratar lesões que acometem o ombro, diminuindo o quadro álgico e proporcionando o retorno das atividades rotineiras do paciente.

Entre em contato para saber mais

Na SM Care cada paciente é avaliado de forma individual, uma vez que o prognóstico e tempo de reabilitação é exclusivo de cada um. A SM Care conta com profissionais e tratamentos fisioterápicos para a recuperação após procedimento cirúrgico do ombro.

Entre em contato para obter maiores informações sobre a clínica de fisioterapia ATM.