A drenagem linfática é uma técnica de massagem que envolve muitos benefícios, tais como ajudar na eliminação do excesso de líquidos do corpo, de toxinas, ajudar a combater a celulite, além de ser uma ótima aliada no processo de emagrecimento e, principalmente, para pacientes em estado pós-operatório.

Esse tipo de massagem é principalmente indicado para combater o acúmulo de líquidos (e o consequente inchaço) em regiões como abdômen, coxas e bumbum, ou então seguindo as indicações do médico no caso de pacientes em estado pós-operatório.

Importante lembrar que para tirar total proveito da técnica, é preciso procurar por um profissional qualificado, em uma clínica de fisioterapia confiável.

Drenagem linfática: para o que é indicada

As sessões de drenagem linfática são recomendadas para:

  • redução de linfedemas e edemas;
  • lipoesclerose e fibro edema gelóide;
  • cefaleias;
  • insuficiência venosa crônica;
  • nevralgias;
  • mastalgia;
  • edemas gestacionais;
  • síndrome pré-menstrual;
  • dores nas pernas e desconforto pélvico;
  • fadiga;
  • ansiedade;
  • irritabilidade;
  • rinites;
  • sinusites;
  • faringites;
  • pós-operatório, entre outros.

Drenagem linfática: Contraindicações

As sessões de drenagem linfática não são recomendadas para os casos de:

  • pessoas com tumores malignos;
  • câncer;
  • tuberculose;
  • processos inflamatórios agudos e infecções;
  • edemas decorrentes de insuficiências renais, cardíacas ou hepáticas não controladas;
  • insuficiência cardíaca congestiva;
  • trombose venosa profunda;
  • hipertireoidismo, entre outros.

A drenagem linfática no pós-operatório: indicações

No pós-operatório, a drenagem linfática é indicada para aliviar dores, remover hematomas, remover fibroses, acelerar o processo de recuperação e de cicatrização.

O método também é considerado indispensável em casos de lipoaspiração, abdominoplastia, mamoplastia, hidrolipoaspiração, rinoplastia, blefaroplastia, ritidoplastia, mastectomia parcial ou total e cirurgias para colocação de prótese de silicone.

Principais cuidados durante a sessão

A drenagem linfática, principalmente no pós operatório, deve ser realizada no corpo todo, para estimular a circulação linfática como um todo.

O fisioterapeuta que aplicar a técnica deverá ter muito cuidado na região da área operada, fazendo movimentos mais delicados e no intuito de tratar o processo inflamatório (e as doenças advindas).

Ao levar em consideração as informações citadas acima, é importante ressaltar que o profissional, que será responsável pela realização da técnica, deve ser qualificado e de confiança.

Ao procurar por uma clínica de fisioterapia para drenagem linfática, exija os diplomas, conheça o local pessoalmente (antes mesmo da cirurgia) e converse com o profissional que será o responsável pelas sessões.

Tais recomendações são importantes para evitar ou minimizar possíveis complicações futuras, já que, assim como outros tipos de massagem, a drenagem possui contraindicações.

Agende uma consulta para saber mais sobre drenagem linfática

Como dito anteriormente, a drenagem linfática é uma técnica de massagem que visa a trabalhar o sistema linfático, estimulando e aumentando o desempenho da linfa até os gânglios linfáticos.

A SM Care é uma clínica de drenagem linfática que conta com profissionais especializados e equipamentos de última geração para aplicar as sessões de forma segura e eficaz.

A Clínica fica localizada na Vila Olímpia, fácil acesso para os bairros Itaim Bibi, Moema, Brooklin, Brooklin Novo, Cidade Jardim, Chácara Santo Antônio, Chácara Itaim, Vila Uberabinha e Vila Nova Conceição.

Veja mais: Acupuntura Vila Olímpia | Travesseiro para Dor nas Costas | Pós Operatório Cirurgia Plástica