Saiba qual é a importância de ter um acompanhamento fisioterápico durante o pós-operatório do fêmur. Veja também onde encontrar clínica de fisioterapia ATM especialista nesse tipo de atendimento.

Todos os anos, o número de fraturas no fêmur cresce, de forma que o estimado é que ocorram mais de 6 milhões de fraturas desse tipo no mundo todo a partir de 2050 (graças ao crescimento acentuado de idosos e casos de osteoporose).

Trata-se de uma condição muito preocupante, principalmente porque metade dos idosos que apresenta esse tipo de fratura não consegue retomar sua independência funcional após o tratamento da lesão, sendo que a mortalidade no primeiro ano após a intervenção cirúrgica pode chegar a 37%.

Observa-se que os pacientes ficam suscetíveis, além da própria fatura, às possíveis complicações decorrentes do pós-operatório.

Ainda que em jovens adultos esse tipo de lesão ocorra em menor frequência, estando ligada a traumas físicos, como acidentes, é preciso voltar a atenção às formas de potencializar a recuperação desses pacientes.

A importância do fisioterapeuta no pós-cirúrgico de fratura no fêmur

Por se tratar de uma condição muito temida, já que costuma ter uma recuperação lenta e pode custar a perda da autonomia na realização de tarefas rotineiras (principalmente em idosos), é extremamente importante procurar um fisioterapeuta capacitado, que saiba ministrar corretamente o melhor tratamento para potencializar o processo de reabilitação.

A fisioterapia é uma ciência que está sendo cada vez mais procurada para atuar na recuperação de pacientes em pós-operatório de fratura no fêmur, seja pela melhora de funcionalidade e ganho de autonomia, como também pela prevenção de novos acidentes decorrentes de uma possível limitação de mobilidade decorrente desse tipo de lesão.

No período hospitalar, a atuação do fisioterapeuta no pós-operatório deve promover todas as orientações em relação à recuperação do procedimento, estimulando sempre o retorno às atividades diárias (sempre considerando o nível de esforço físico envolvido em cada uma), assim, levando à reabilitação e maior qualidade de vida do paciente.

No tratamento desenvolvido pelo fisioterapeuta, têm-se como principais objetivos: manutenção ou restauração da amplitude de movimento das articulações, o alívio da dor, o aumento da força muscular, a redução do edema, a preservação do corpo e a restauração da área através de atividades, sempre visando ao retorno do paciente a funções normais do corpo de forma mais rápida possível.

Benefícios do tratamento para fratura de fêmur com auxílio de fisioterapia

É de total importância que o princípio do tratamento, acompanhado de fisioterapeuta, se dê o mais rápido possível, com o intuito de que os resultados sejam mais significativos e apareçam rapidamente.

Dentre os principais benefícios do tratamento, é possível citar:

  • Recuperação funcional mais rápida, já em fase hospitalar;
  • Diminuição dos efeitos maléficos da síndrome da imobilidade, que acontece devido ao prolongado tempo de repouso e imobilização;
  • Melhora do condicionamento cardiorrespiratório e força;
  • Aumento da independência funcional;
  • Melhora na manutenção e percepção dos mecanismos de equilíbrio e proteção corporal;
  • Adiantamento da alta hospitalar;
  • Aumento ou ganho de alinhamento articular e amplitude de movimento;
  • Ganho de força muscular;
  • Mobilização mais precoce;
  • Combate a possíveis complicações respiratórias e cardiovasculares;
  • Prevenção de úlceras de pressão.

Entre em contato com clínica de fisioterapia ATM e tire todas as suas dúvidas

A SM Care é uma clínica de fisioterapia que conta com time de especialistas preparados no atendimento de pacientes no pós-cirúrgico de fratura no fêmur, atendendo cada caso de forma individualizada, levando em consideração as especificações presentes.

Navegue pelo site para entrar em contato e saber mais sobre fisioterapia ATM.